terça-feira, 28 de julho de 2015

O pesto que parece mas não é!

Olá paleofriends!
Tudo bem?
Hoje vou ensinar o molho que inventei hoje para o almoço, como excelente acompanhante do macarrão de abobrinha!!!

Acho que quando eu estou na cozinha, vem uma coisa muito mágica e toma conta de mim.. Hoje estava preparando o macarrão de abobrinha e pensei nos molhos que já fiz: molho de tomate, molho de creme de leite e queijos..

Aí deu um click! Pensei em inventar, em misturar coisas que nunca em 1 milhão de anos daria certo..Pois olhem, deu e muito certo!

Vamos precisar de:
- 5 colheres de sopa de azeite de oliva
- 6 tomate cerejas picados
- 4 colheres de sopa de cebola picada
- 1 pacote de espinafre picado congelado
- Sal rosa
- 1 colher de sopa de nata
- 1 colher de sopa de requeijão
- 1/2 xícara de queijo mussarela ralado

Como eu comecei:
Tentei fazer um confit (ai que finesse!) de tomate e cebolas na panela. Coloquei bastante azeite de oliva, joguei os tomates e cebola picados.
Deixei eles lá um tempo em fogo baixo, mais ou menos até a cebola dourar.
Joguei dentro da panela, 1 pacote de espinafre picado congelado, e fui mexendo até ele se desmanchar...
Aí desliguei o fogo e joguei a nata! Sim, só pensamos em coisas doces com a nata! Mas a grande verdade é que ela é neutra!
Continuei misturando..
Deixei reduzir em fogo baixo pois a água do congelamento precisava ir embora..
Depois disso, coloquei o requeijão e mexi mais, até tudo ficar bem homogêneo.
Temperei com sal rosa e por último coloquei um punhado de queijo mussarela ralado.

Feito tudo isso, por fim adicionei o macarrão de abobrinha e deixei ele cozinhar um pouco (5 minutos) naquele lindo creme verde que parecia pesto..mas não era!

Por fim, na hora de provar a grande surpresa..OMG!
Ficou absurdamente delicioso!!!
Um molho diferente de tudo que eu já havia feito, e o melhor, totalmente feito do começo ao fim com comida de verdade!

Que tal gente??



quinta-feira, 23 de julho de 2015

Suspiro!!!

Oi gente!!
Uma noite eu tive uma idéia de receita. Tentei dormir, mas não conseguia...
Aí levantei e anotei a idéia..
Hoje coloquei ela em prática... E fiquei feliz por dar certo..ou mais do que isso, me surpreendi!

O que tirou meu sono??Usar um dos super componentes do red juice como corante natural (não é legal corante artificial..tem cores que vêm de besouros esmagados...) para um suspiro paleo!!!

Aí justo hoje, eu fiz beterraba. Como eu já falei da mandioquinha e da mandioca, faço no microondas.o
O "suquinho"que ela soltou foi suficiente para o tom desejado: um rosa candy. Mas na próxima tentativa vou me aprofundar mais no magenta!

Aí que eu pensei, primeira coisa é a clara em neve!
Não sei vocês, mas eu acho clara em neve coisa linda do universo! E nessa cor então..ficou demais!

Vamos precisar de:
- 4 claras
- 2 sachês pequenos de stévia
- 1/2 limão
- 2 colheres de chá de "suco da beterraba"

Como eu fiz:
Na batedeira, bater as claras em neve com os sachês de stévia. Depois adicionar limão. Bater bem até ficar bem consistente.
Depois adicionar o suco da beterraba e bater mais. Assim que estiver homogêneo... pronto!

Eu fiz fofinho com saco de confeitar. Mas se não tem, não tem problema!
Usa um saco plástico normal e faz um corte na ponta!

Forno baixo, papel manteiga e coloque um afastado do outro.. Eu acho que tem que ficar testando sempre, até conseguir  textura  desejada!

Ficou muito leve, saboroso e crocantinho. Observem também que ele perdeu um pouco do tom rosa e ficou degradê rosa e laranja...! =)

O sabor ficou de algodão doce. Maravilhoso!!!!
Não sei porque teve esse caramelizado na base, (a beterraba talvez?) mas ficou muito bom!

Façam, tirem foto e mandem pra mim! paleomadame@gmail.com

Bisous!


sexta-feira, 17 de julho de 2015

Purê de mandioquinha!!

Oi gente!
Tudo bem?
Se você for alguém que me acompanha no instagram (@paleomadame) desde os primórdios enquanto eu estava sofrendo em busca da cetose, você deve lembrar. Não tinha muita novidade no meu prato.
Pior, eu não sabia fazer várias coisas.

Um belo dia, resolvi fazer purê de mandioquinha.. Claro que deu errado. Eu não sabia nem por onde começar..!

Aí, que purê de mandioquinha é confort food (comida conforto!) pra mim. Quando eu estava doente até com pneumonia, era a única coisa que descia: purê de mandioquinha da minha mãe.

Retomando essa questão de tentativas, vou passar pra vocês a receita do amor. purê de mandioquinha da minha mãe!
Ela explica cem vezes, e eu esqueço alguma coisa sempre, mas depois é tão automático que em pouco tempo faço purês e sopas cada vez mais deliciosos!Thanks mãe! =)

Vamos anotar a receita?
- 4 mandioquinhas (muita calma nessa hora, existem outros nomes como batata salsa e é a mesma coisa, são apenas regionalidades! =))
- 1 colher de sopa de manteiga
- 1 ovo
- 1/2 xícara de leite de coco
- Pitadinha de sal (usei o sal rosa do himalaia)
- Queijo ralado à gosto (usei o restinho, mas normalmente uso uma "mãozada")

Como fazer:
Em nome da praticidade e do tempo, aprendi com a minha mãe a fazer legumes e tubérculos no microondas e é mágico. Menos de 10 minutos e tudo lindo.
No caso, se você não gosta, descasque a mandioquinha e cozinhe old style. Eu cozinho no micro em plástico próprio pra isso e dá uns 5 minutos.
Depois pego um amassador de caipirinha do marido e amasso bem as mandioquinhas ainda no plástico.
Em uma panela, coloco a manteiga e em seguida jogo as mandioquinhas por cima. O próprio calor já faz a manteiga derreter e se incorporar.
Depois, em fogo baixo, quebro um ovo e misturo ele como se fosse um ovo mexido à la paleomadame, sempre mexendo bem!
Incorporado o ovo, hora do leite de coco que dá uma cremosidade incrível no purê, sal e queijo pra finalizar!

Aí, é só comer. Só que pra dar um charme e um sabor a mais, salpico salsinha e cebolinha e um fio de azeite de oliva!

Pronto! Fácil assim, e delicioso!

Que tal!?


quarta-feira, 15 de julho de 2015

Homemade "Chocodate"

Oi!
Esse docinho tem uma história..
Um dia, meu marido chegou do trabalho e me deu um docinho que ele ganhou de um colega de trabalho que foi pra Dubai.
Muito prontamente, li a embalagem, nada de ruim, abri e comemos. Metade cada um..e foi pouco!

Que coisa deliciosa! Que mistura maravilhosa!
Aí eu no dia seguinte tentei fazer em casa e deu muito certo!

O nome do doce é "Chocodate", ou seja choco: chocolate e date: tâmara. E para deixar tudo melhor ainda, amêndoas dentro!
Sim, tudo comida de verdade. Aliás, pelo que vejo na TV e na internet a respeito disso, muitos doces árabes são nessa linha. Usam frutas secas, mel.. Enfim!

Tâmara não é very low carb, pois tem carboidratos sim. Mas tem carboidratos do bem. E como tudo na vida precisa de moderação. =)

Olha, a receita aqui vai depender da quantidade que você quer fazer..
Mas vou passar como eu fiz!
Anotem: vamos precisar de tâmaras, chocolate e amêndoas. Só isso? Só!

Fiz 22 tâmaras, logo precisei de 22 amêndoas e de 1 xícara e meia de chocolate em gotas 70%.

Eu começo pegando as tâmaras e cortando ao meio para colocar as amêndoas. Uma amêndoa por tâmara. Dá uma apertadinha e elas se grudam de novo. Observe que tem tâmaras maiores e menores. A maior é a verdadeira e com semente, e muito deliciosa sem nada. Já a menor ela é mais grudenta, mas dá certo com as duas.

Feito isso o segundo passo é derreter o chocolate em banho maria (usei 70% da Callebaut, lembre o quanto a tâmara é naturalmente doce, um chocolate amargo funciona e dá um contraponto nos sabores!) e banhar as tâmaras, colocar num prato e geladeira!

Simples!
Acontece que sou uma invencionista na cozinha e em algumas polvilhei coco ralado, cacau nibs, canela e flor-de-sal!
A verdadeira. 

A homemade! =)



Bolo de cenoura!!

Oi!
Eu relutei muito em colocar a receita do bolo de cenoura. Fiquei confusa, testei duas idéias de receitas diferentes, mas no fim cheguei à uma conclusão: meu paladar mudou.

Não sei se eu conseguiria comer aquele bolo de cenoura feito com farinha de trigo (alow glúten!) e muito açúcar..

Bolo de cenoura deveria ter o gosto da cenoura ressaltado, e foi isso que aconteceu nesse aqui.

Ainda que eu tenha utilizado a farinha de arroz (que não é paleo) o bolo é saudável e delicioso!
Tenho usado a farinha de arroz em algumas receitas pois a farinha de amêndoas está absurdamente cara (90 reais o quilo!) então, ela é uma boa substituta para algumas receitas.

Bom, vamos ao que interessa!?
Receitinha!

Anota aí:
Bolo:
- 3 ovos
- 3 cenouras médias
- 1/2 xícara de farinha de coco
- 1/2 xícara de farinha de arroz
- 3 colheres de sopa de melado (não gosta de melado? substitua por outro adoçante, mas aspartame não..!)
- 1 colher de sopa de fermento em pó (também seria melhor colocar aqui bicarbonato, mas o meu acabou)

Cobertura:
- 1 colher de sopa de manteiga
- 1 colher e meia de cacau em pó
- 1 colher de sopa de mel

Como fazer:
Tudo muito difícil..rs.. Brincadeira. =)
Jogue na ordem os ingredientes no liquidificador e bata bem. Quando a mistura estiver homogênea, misture o fermento e em seguida já prepare a fôrma untada! Eu usei a minha de silicone e mesmo assim untei com óleo de coco para garantir!
Daí é forno baixo a médio (depende do seu forno) por uns 30 minutos, mas é aquela coisa, faça o teste do palitinho. A massa fica crocante e dourada.
Agora, a cobertura.
Eu sempre terei no meu imaginário a cobertura perfeita que minha mãe fazia na nega-maluca, parecia um tablete de chocolate.. Mas vai muito açúcar..!
Aí que eu consegui criar algo parecidinho e mais saudável!
Nessa parte precisaremos de uma panela, coloque todos os ingredientes e vá mexendo em fogo baixo até que a textura mude e fique mais grossa.
Aí imediatamente jogue a cobertura no bolo e deixe secar, Ela vai ficar durinha!
Para dar um charme a mais, joguei cacau nibs por cima!

Que tal? Façam e contem o que acharam!






terça-feira, 14 de julho de 2015

Minha bebida paleo!

Oi gente!
Todo mundo pára com o pão e  pensa "omg! o que comer!?!?" e eu respondi "Comida de verdade!"
E a bebida? Todo mundo pára com suco de caixinha, refrigerantes e pensa "omg! o que beber?!" e eu te respondo "Bebida de verdade!"

Entende-se aqui por verdade tudo que vem da natureza sem interferência de qualquer tipo de industrializado.

Eu pessoalmente, já não tomo refrigerante há mais de 15 anos. Sim, um belo dia eu resolvi simplesmente parar!
E consegui, refrigerante hoje me engasga (bolhas) e acho o gosto ruim.

Mas ó, nesse meio tempo eu me enchia de suco de caixinha (que nem gosto de fruta tem!) e não me ajudou nada fazer isso.

Aliás, na paleo é recomendado não tomar suco de fruta nenhum! Existem frutas que pode tipo limão, morango, maracujá..Que tem menos carboidratos. Mas quando você usa 10 laranjas pra fazer um copo de suco é de se pensar né..!

Até que, um belo dia, eu descobri uma deliciosidade chamada chá.
É, mas eu não gosto de bebidas quentes, então tomo chá frio, ou gelado no verão.

O meu chá mágico é o chá de capim limão com limão!
Resultado de três esforços unidos em prol de um bem maior: minha sogra dá o capim limão direto da horta, minha vó querida limpa o chá e minha mãe faz o chá. Tudo em família! =)

Tomo garrafas disso, sem açúcar, sem adoçante. Pois o sabor é delicioso e não precisa de mais nada!

Essa é minha bebida de todo dia, junto com água, claro! Tomo muita água e brinco até dizendo que sou "aguólotra", pois consigo perceber o sabor de uma água pra outra.

Nos momentos raros, quando estou no parque e pratiquei atividade física, bebo uma água de coco da própria fonte, nada de caixinha..evito muito!
E agora, adotei o red juice que eu tomo quando vou na casa da minha mãe aos domingos!
Não é porque é detox ou sei-lá o que. Tomo porque gosto!

Bebida alcoólica não é meu bafafá, mas meus colegas paleo apreciam um bom vinho.

Não dizem que faz bem tomar água com limão todos os dias pois limpa o organismo, porque não juntar o útil ao agradável e tomar o chá com limão!?





segunda-feira, 13 de julho de 2015

Sopa de mandioquinha!!

Boa noite!
Hoje tem receita inédita por aqui e na minha vida: sopa!
Oui! Pergunte-me quantas vezes eu fiz um brownie? Não sei responder..
Quantas vezes eu fiz uma sopa? Hoje foi a primeira vez!

Essa sopa foi minha mãe que me ensinou, minha super fã do paleomadame e do meu amor pela culinária!

Vamos fazer?
Anotem os ingredientes:

- 4 mandioquinhas (ou batata baroa, ou o nome que for onde você mora! =))
- 4 fatias de bacon (fique à vontade para por mais ou menos)
- 1 cebola
- 1 colher de sopa de alho
- Pitada de sal
- 4 pedaços de Tomate seco
- 1 colher de sopa de mussarela
- 1 colher de sopa de cebolinha
- Bacon para decorar

Como fazer:
Primeiro descasque as mandioquinhas antes de cozinhar, eu fiz no microondas em 7 minutos, mas se você não gosta use na panela com água. Depois enquanto isso fui fritando o bacon na panela e a gordura dele já ajudou na etapa em que se adiciona a cebola e o alho. Refogue bem, sabores lindos se formam nesse momento.
Enquanto isso, a mandioquinha está pronta no microondas. Eu tiro e amasso bem com um negócio de fazer caipirinha do marido. Funciona pra purê, mas ainda vamos retomar isso.
Amassadas as mandioquinhas, hora de ir pra panela e misturar os sabores do refogado anterior.
Depois, só completar com água até dar cremosidade desejada (mais grossa ou mais rala).
Nessa etapa eu peguei o mixer manual para dar uma mexida..!
Quase lá! Só falta agora ferver por 10 minutos em fogo baixo e pronto!

Decorei a minha com queijo mussarela, bacon, cebolinha e tomate seco!
E também fiz o "pão árabe" paleo, para acompanhar! Deixei ele depois de pronto no forno em fogo médio com azeite de oliva e sal e ele ficou crocantinho!
Ficou delícia!

Quem fizer conta!

Bisous!



Pizza!!

Oi!!!
Na sexta-feira. dia 10 de julho, foi o dia mundial da pizza!
Aí que você deve estar pensando, "é mesmo, que pena que não pode.."

What!? É claro que pode!
Tudo pode se você se certificar de usar os ingredientes corretos!

Hoje a receitinha é da pizza que eu fiz!
Ela não é 100% paleo por conta da farinha de arroz, eu tenho essa receita de muito tempo e não lembro de onde peguei..Mas ela dá conta e você nem percebe que está comendo uma pizza sem glúten!

Anota aí a receitinha que é fácil e nem precisa de rolo de macarrão!

Para a pizza vamos precisar de:

- 1 xícara de mussarela ralada
- 1/2 xícara de parmesão ralado (usei provolone!)
- 2 colheres de sopa de cream cheese
- 3/4 xícara de farinha de arroz
- 1 ovo batido

Simples né?
Agora como fazer:
Coloque todos os queijos no microondas por 45 segundos, misture e coloque mais 15 segundos. Depois coloque gradualmente a farinha de arroz e o ovo batido.
Vamos abrir a massa com as mãos na fôrma!
Comece com um garfo e termine com as mãos!
Estica bem, e cozinha por 220º até ela ficar douradinha. Depois coloque o molho de tomate, e sabor da sua preferência (aqui no caso foi rúcula com tomate seco, dos tempos que eu só comia isso na vida com pão com glúten e achava que estava abafando...kkkk =O)
Coloque no forno novamente até os queijos começarem a derreter!
Pronto!
 Ah! Nessa vez eu coloquei um pouco de bicarbonato de sódio na massa, ela ficou bem fofinha, mas sem ela também fica ótima!



sexta-feira, 10 de julho de 2015

"Bolão" de queijo

Oi!!
Então vocês querem uma receita de bolinha de queijo que não vai nenhuma farinha?
Que também não é frita?
Que é feita só com ingredientes da comida de verdade?

Seus desejos se realizaram!
Essa receita eu inventei logo após um dia que eu fui em um café colonial e tudo que eu comi foi morangos, chantilly e uma bolinha de queijo. Essa única bolinha de queijo me decepcionou, pois ela tinha mais massa que queijo, e o glúten dela me deu barriga pré-parto quase que imediatamente!

Então, no dia seguinte, eu continuei com muita vontade de comer. E após um purê de mandioca (aipim, macaxeira, depende de onde você vive!) que eu achei particularmente grudento, tive a idéia de utilizar para fazer a "massa".

Não vou te dar medidas exatas, porém vou te dar o guia para fazer a sua em casa!

Primeiro o purê!

Vamos precisar de:
- +-  5 mandiocas médias
- 1 ovo
- Leite de coco (o suficiente pra dar uma cremosidade)
- Manteiga (acho que 1 colher de sopa)
- Pitada de sal

Bom, eu cozinho as mandiocas no microondas até ficarem macias, aí em seguida amassei bem e coloquei na panela. Depois, em fogo baixo, coloquei a manteiga, o ovo e o leite de coco. Ainda pra dar mais uma maciez usei o mixer para dar mais uma homogeneidade.

Agora, vamos ao que interessa!
Bolinha de queijo...que no caso eu fiz bolona. =)
- 1 ovo
- Queijo parmesão ralado (o suficiente pra empanar a bolinha ou bolona)
- Queijo mussarela (cortado em tamanho suficiente dependendo do tamanho da sua bolinha)

Como fazer?
Eu peguei a "massa" (purê!) e amassei bem e fiz formato de bola. Depois coloquei o queijo mussarela dentro e fechei. Em seguida, quebre o ovo num recipiente e bata bem (ele vai servir de cola). Passe a bolinha (ou bolona) nele e em seguida e em outro potinho coloque o queijo parmesão ralado. Empanadas todas as bolinhas, coloque no forno em fogo médio e fique de olho: ela deve ficar dourada!
Aí é só alegria e comer algo feito só com ingredientes do bem e que não vão te fazer mal!

Que tal???

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Entendendo a Paleo...

Oi gente!
Tudo bem?
Não é todo mundo que entende o que é a paleo. Falo paleo, sem a palavra "dieta" na frente, pois essa palavra já traz consigo a idéia de restrição! E como vocês podem bem estar percebendo, isso não acontece!
O conceito "dieta", provém do grego díaita, que significa "modo de vida". A dieta é portanto um hábito e representa uma forma de viver. Viver, entende-se por estilo de vida, e por estilo de vida, compreende-se que é uma coisa constante pela vida toda.
Portanto, por essa razão já acho desnecessário dizer, que ninguém é paleo temporariamente.
Posso ser paleo só para emagrecer? Poder pode, mas tenha certeza de que quando retornar aos hábitos antigos, ou seja, à sua dieta "normal" tudo vai por água abaixo, principalmente o estado da sua saúde.

Dito isso, vamos ao que interessa. O que é a paleo?
Paleo é um estilo de vida, onde busca-se o princípio da alimentação dos homens paleolíticos dos tempos das cavernas. Isso significa viver de carnes,  vegetais, tubérculos e frutas silvestres.
Mas aí que nós não estamos mais no tempo das cavernas, e que temos alimentos que fazem muito bem mas não existiam na época! E aí? Aí que tem a vertente primal, que permite laticínios (queijos!) e também acha ok comer seu chocolate 70% ou mais todos os dias. Também temos as castanhas, ótimas para snack (lanche) quando dá fome, e se dá fome. Coma quando tiver fome, não precisa ficar comendo de 3 em 3 horas só por comer.

Nada de pão (tanto faz se é integral ou não!), bolachas recheadas, pizzas, bolinhos, etc. Nada que tenha farinha de trigo. "Ah, mas Jesus dividiu e  multiplicou os pães". Beleza, ele fez isso na época que não existia industrialização, e o trigo crescia feliz e tranquilo sem ninguém manipulando as sementes para que ele crescesse mais rápido, em menos tempo, tanto faz se isso vai te dar câncer ou não! Glúten aumenta todos os processos inflamatórios do corpo, fique longe dele!

Mas e o arroz e feijão? Na paleo, não são permitidos grãos. Nem arroz, feijão, milho, etc. Isso é definitivo? Não, e logo vou explicar o porque. Também na paleo não são permitidas leguminosas, e sim amendoim entra nessa.. "Mas eu vi você comendo pasta de amendoim, paleomadame!!" É! Eu como, porque como tudo nessa vida precisa de teste e de moderação, e pra mim não faz mal.

O que eu quero deixar claro é que a paleo pode ser adaptada para os seus objetivos.
Eu não como carne, muito raramente como bacon, e olhe lá. Estou morrendo de desnutrição? Não!
Pois como eu falei, você vai adaptar para o que funciona com você! Eu não sou da área médica, mas cansei de ir em mil médicos e nenhum me ajudou! Eu tentei very low carb por um bom tempo, e tudo que eu ganhei foram dores de estômago terríveis e aumentei meu peso. Isso é horrível!? Como todo mundo emagrecia em cetose e eu só engordava? Resposta: que eu descobri a longas penas.. VOCÊ NÃO É TODO MUNDO.

Com isso, comecei a pesquisar cada vez mais e mais, levando em conta as minhas particularidades: ser mulher, hipotireoidismo, stress/ fadiga adrenal. Caí no site do anjo do Chris Kresser e fuçei o google books até achar o "The Paleo Code", que ensina que você não é todo mundo, mas mais do que isso, ensina que nem todo mundo vai emagrecer em cetose, e nem todo mundo vai engordar comendo carboidratos (boas fontes: tubérculos). A partir desse momento eu dei uma reviravolta na minha alimentação e passou a ser cada vez mais colorida e com isso variada! Continuo comendo gordura, sim! Mas não mais em excesso, pois cetose não é pra mim.

Não preciso nem entrar no mérito de que você já sabe: refrigerante é veneno, é açúcar! Aspartame é veneno, é açúcar!
Como adoçar as coisas? Observe que eu tenho usado melado nas minhas receitas. É doce o suficiente para quem vai sair dessa vida de açúcar refinado? Não, mas posso te garantir, o seu paladar vai se tornar mais sensível aos sabores da comida de verdade uma vez que você elimine toda comida de mentira!Também pode usar mel! Mas se for pra adoçar, prefira stévia ou xilitol!
Receitinhas? Sim, como algo esporádico e com moderação.

Por fim minhas dicas do coração:
- Comece pelo básico: comida de verdade (legumes, carnes, frutas, vegetais, tubérculos, nozes, queijos, chocolate 70% ou mais)- AME UMA FEIRA. =)
- Perca o medo da gordura natural dos alimentos!
- Elimine todos os industrializados (tudo que tem mais do que um ingrediente! Qual são os ingredientes do morango? Morango! Berinjela? Berinjela!) Simples assim.
- Não coma nada que sua vó não entenderia como comida!

Por fim, deixo alguns links super esclarecedores do Dr. Souto, o Divo, o médico que começou a falar sobre paleo low-carb no Brasil:

http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/02/faq.html
http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/01/reflexoes-sobre-postagem-anterior.html
http://www.lowcarb-paleo.com.br/2015/04/30-gramas-de-carboidratos-muito-ou-pouco.html

Espero ter ajudado!




quarta-feira, 8 de julho de 2015

Bolinho de microondas tipo naked cake!

Oi gente!
Tudo bem?
Essa receita é muito fácil e deliciosa.
Quanto tempo você tem pra fazer? 5 minutos? Esse tempo dá e sobra!
Hoje vou ensinar o meu bolinho de microondas, e esse não vai nenhuma farinha e fica super fofinho!

Para o bolinho vamos precisar de:
- 1 ovo
- 2 colheres de sopa de cacau em pó
- 1/2 colher de sopa de melado
- Essência de baunilha (usei 5 gotinhas!)
- 2 colheres de sopa de leite de coco
- 1 colher de chá de bicarbonato
- Gotinhas de chocolate 70%

Para o recheio:
- 1 colher de sopa cheia de manteiga de amendoim
- 5 morangos grandes
- 1 colher de chá de nibs de cacau
- 1/2 colher de sopa de manteiga de macadâmias da Bioporã
- 1 Morango cortado em forma de rosa pra enfeitar

Como fazer?
Primeiramente arranje um um refratário que possa ir ao microondas. (Eu usei de vidro, e não indico usar de plástico!). Em seguida quebre o ovo dentro do refratário, misture o cacau em pó, melado e misture bem. Se você sabe que cacau em pó é fino e voa muito faça esse processo devagar, até ter uma massa homogênea.
Depois disso, adicione o leite de coco, as gotinhas de chocolate e o bicarbonato.
No meu micro deu 2 min 30 segundos, mas esse tempo pode variar de micro pra micro!

Como eu fiz ele tipo naked cake, vou explicar o processo também!
Espere esfriar um pouco e tire do refratário. Corte ao meio e recheie. Eu fiz com manteiga de amendoim e morangos. Depois recoloque a tampa do bolo e decore com a manteiga de macadâmia, os nibs de cacau e o morango!

Pronto! Fácil e delicioso!

Gostaram??



segunda-feira, 6 de julho de 2015

Cookie Paleomadame (recheados!)

Oi!
Hoje tive um momento de inspiração, e resolvi tentar fazer cookies recheados!

Não sei como deu certo, mas levei lápis e papel e fui anotando tudo que eu fazia e medindo especialmente pro blog! Sabe que isso foi um desafio? Medir coisas? Mas acredito que tem que ser assim senão ninguém compreenderia o que é "uma mãozada", "um pouquinho", "uma virada de saco"..!

Então, estou orgulhosa dessa criação!
Só tem um ingrediente que não é paleo, mas é low carb. Farinha de grão de bico!
Vi tanta gente testando receita com esse ingrediente e pensei..Vamos ver qual é!
E ela é fundamental na receita pois deixa o cookie moldável!

Anotem aí!
- 2 ovos
- 1 xícara de farinha de coco
- 1/2 xícara de coco ralado sem açúcar
- 1 xícara de manteiga derretida
- 1/4 xícara de melado
- Essência de baunilha 1 colher de chá
- 1/2 colher de chá de bicarbonato
- 1 colher de sopa cheia de farinha de grão de bico
- 1/2 pote de pastas de amêndoas com cacau Monama

Como fazer: Primeiro num bowl (tigela), misture a farinha de coco e o coco ralado. Depois adicione o melado e a manteiga derretida. Espere a manteiga esfriar um pouco e misture os 2 ovos até a massa ficar homogênea. Nessa etapa, coloque a essência de baunilha e misture bem!
Depois por fim a farinha de grão de bico e o bicarbonato.

Como eu fiz recheada, eu fiz uma bolinha tipo brigadeiro e com o dedo fiz um buraco no meio. Depois eu recheei com a pasta de amêndoas. A medida que usei para medir cada cookie foi de um pouco menos que 1 colher de chá, daí em seguida fechava e coloquei na fôrma.
Forno baixo de 30 a 35 minutos, mas fica de olho, a massa fica mais sequinha mas não super seca!

 Rendeu 20 cookies!
Eu colocaria mais 1/4 de melado na receita pois a farinha de grão de bico amargou um pouco, e tem pessoas que gostam um pouco mais doce..
Espero que gostem!
E se tiverem instagram e fizerem as receitas do blog, marquem #ladopaleodaforça!
Bisous!



quarta-feira, 1 de julho de 2015

"Pão" árabe (Pitta Bread)

Boa Noite Paleofriends!
Tudo bem?
Ao ingressar no mundo da comida de verdade, muitas pessoas sentem falta dos hábitos antigos, como comer pão.
Eu não sinto vontade de comer pão, mas sinto vontade de testar receitas!
Se tinha um pão que eu comia e demais nessa vida, era pão árabe. Minha mãe torrava ele no forno com azeite de oliva e sal..Humm..Eu comia um pote. Sim, pote. Perguntem pra ela.
Claro que essa bagunça acabou! Não tenho mais fome para comer um pote!
Mas eu vi uma receita paleo, e pensei, por quê não!?

Essa receita, como todas que não são comida de verdade, são coisas esporádicas e não diárias na vida, certo??

Anotem a receita e façam hoje! Se você for do instagram, marque #ladopaleodaforça que eu ficarei super feliz de ver!

Vamos precisar de:

- 1/2 xícara de farinha de amêndoas (veja bem, testei com a de coco e deu certo também!)
- 1/2 xícara de farinha de tapioca
- 1 xícara de leite de coco
- Tiquinho de sal

Pegue aquela frigideira anti-aderente e deixe esquentar um pouco em fogo baixo. Eu usei a medida de 1/4 de xícara para fazer. Achei bom, ela fica fininha e fácil de virar.
Ah, vale dizer também que o meu Pitta Bread ficou em forma de coração pois eu estou apaixonada pela minha nova fôrma, mas você pode fazer o normal, redondinho.
É fácil fazer, é como se fosse uma panqueca, tem que virar, mas antes esperar levantar mini bolhas. Isso avisa que o outro lado já está pronto!

Só isso? Sim!
Coma como quiser, com geléia, queijos, presunto de parma...

Bisous!