Translate

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Entendendo a Paleo...

Oi gente!
Tudo bem?
Não é todo mundo que entende o que é a paleo. Falo paleo, sem a palavra "dieta" na frente, pois essa palavra já traz consigo a idéia de restrição! E como vocês podem bem estar percebendo, isso não acontece!
O conceito "dieta", provém do grego díaita, que significa "modo de vida". A dieta é portanto um hábito e representa uma forma de viver. Viver, entende-se por estilo de vida, e por estilo de vida, compreende-se que é uma coisa constante pela vida toda.
Portanto, por essa razão já acho desnecessário dizer, que ninguém é paleo temporariamente.
Posso ser paleo só para emagrecer? Poder pode, mas tenha certeza de que quando retornar aos hábitos antigos, ou seja, à sua dieta "normal" tudo vai por água abaixo, principalmente o estado da sua saúde.

Dito isso, vamos ao que interessa. O que é a paleo?
Paleo é um estilo de vida, onde busca-se o princípio da alimentação dos homens paleolíticos dos tempos das cavernas. Isso significa viver de carnes,  vegetais, tubérculos e frutas silvestres.
Mas aí que nós não estamos mais no tempo das cavernas, e que temos alimentos que fazem muito bem mas não existiam na época! E aí? Aí que tem a vertente primal, que permite laticínios (queijos!) e também acha ok comer seu chocolate 70% ou mais todos os dias. Também temos as castanhas, ótimas para snack (lanche) quando dá fome, e se dá fome. Coma quando tiver fome, não precisa ficar comendo de 3 em 3 horas só por comer.

Nada de pão (tanto faz se é integral ou não!), bolachas recheadas, pizzas, bolinhos, etc. Nada que tenha farinha de trigo. "Ah, mas Jesus dividiu e  multiplicou os pães". Beleza, ele fez isso na época que não existia industrialização, e o trigo crescia feliz e tranquilo sem ninguém manipulando as sementes para que ele crescesse mais rápido, em menos tempo, tanto faz se isso vai te dar câncer ou não! Glúten aumenta todos os processos inflamatórios do corpo, fique longe dele!

Mas e o arroz e feijão? Na paleo, não são permitidos grãos. Nem arroz, feijão, milho, etc. Isso é definitivo? Não, e logo vou explicar o porque. Também na paleo não são permitidas leguminosas, e sim amendoim entra nessa.. "Mas eu vi você comendo pasta de amendoim, paleomadame!!" É! Eu como, porque como tudo nessa vida precisa de teste e de moderação, e pra mim não faz mal.

O que eu quero deixar claro é que a paleo pode ser adaptada para os seus objetivos.
Eu não como carne, muito raramente como bacon, e olhe lá. Estou morrendo de desnutrição? Não!
Pois como eu falei, você vai adaptar para o que funciona com você! Eu não sou da área médica, mas cansei de ir em mil médicos e nenhum me ajudou! Eu tentei very low carb por um bom tempo, e tudo que eu ganhei foram dores de estômago terríveis e aumentei meu peso. Isso é horrível!? Como todo mundo emagrecia em cetose e eu só engordava? Resposta: que eu descobri a longas penas.. VOCÊ NÃO É TODO MUNDO.

Com isso, comecei a pesquisar cada vez mais e mais, levando em conta as minhas particularidades: ser mulher, hipotireoidismo, stress/ fadiga adrenal. Caí no site do anjo do Chris Kresser e fuçei o google books até achar o "The Paleo Code", que ensina que você não é todo mundo, mas mais do que isso, ensina que nem todo mundo vai emagrecer em cetose, e nem todo mundo vai engordar comendo carboidratos (boas fontes: tubérculos). A partir desse momento eu dei uma reviravolta na minha alimentação e passou a ser cada vez mais colorida e com isso variada! Continuo comendo gordura, sim! Mas não mais em excesso, pois cetose não é pra mim.

Não preciso nem entrar no mérito de que você já sabe: refrigerante é veneno, é açúcar! Aspartame é veneno, é açúcar!
Como adoçar as coisas? Observe que eu tenho usado melado nas minhas receitas. É doce o suficiente para quem vai sair dessa vida de açúcar refinado? Não, mas posso te garantir, o seu paladar vai se tornar mais sensível aos sabores da comida de verdade uma vez que você elimine toda comida de mentira!Também pode usar mel! Mas se for pra adoçar, prefira stévia ou xilitol!
Receitinhas? Sim, como algo esporádico e com moderação.

Por fim minhas dicas do coração:
- Comece pelo básico: comida de verdade (legumes, carnes, frutas, vegetais, tubérculos, nozes, queijos, chocolate 70% ou mais)- AME UMA FEIRA. =)
- Perca o medo da gordura natural dos alimentos!
- Elimine todos os industrializados (tudo que tem mais do que um ingrediente! Qual são os ingredientes do morango? Morango! Berinjela? Berinjela!) Simples assim.
- Não coma nada que sua vó não entenderia como comida!

Por fim, deixo alguns links super esclarecedores do Dr. Souto, o Divo, o médico que começou a falar sobre paleo low-carb no Brasil:

http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/02/faq.html
http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/01/reflexoes-sobre-postagem-anterior.html
http://www.lowcarb-paleo.com.br/2015/04/30-gramas-de-carboidratos-muito-ou-pouco.html

Espero ter ajudado!




Um comentário:

  1. Oi!!!!
    Que bom que eu te encontrei!
    Também tenho hipo, também tentei emagrecer com very low carb e não funcionou e agora estou simplesmente desencanando do que pode ou não e me concentrando em comer comida de verdade. Teu blog é maravilhoso! Já to com mil ideias que eu tirei dele.
    Muito obrigada pela ajuda!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir