Translate

terça-feira, 28 de julho de 2015

O pesto que parece mas não é!

Olá paleofriends!
Tudo bem?
Hoje vou ensinar o molho que inventei hoje para o almoço, como excelente acompanhante do macarrão de abobrinha!!!

Acho que quando eu estou na cozinha, vem uma coisa muito mágica e toma conta de mim.. Hoje estava preparando o macarrão de abobrinha e pensei nos molhos que já fiz: molho de tomate, molho de creme de leite e queijos..

Aí deu um click! Pensei em inventar, em misturar coisas que nunca em 1 milhão de anos daria certo..Pois olhem, deu e muito certo!

Vamos precisar de:
- 5 colheres de sopa de azeite de oliva
- 6 tomate cerejas picados
- 4 colheres de sopa de cebola picada
- 1 pacote de espinafre picado congelado
- Sal rosa
- 1 colher de sopa de nata
- 1 colher de sopa de requeijão
- 1/2 xícara de queijo mussarela ralado

Como eu comecei:
Tentei fazer um confit (ai que finesse!) de tomate e cebolas na panela. Coloquei bastante azeite de oliva, joguei os tomates e cebola picados.
Deixei eles lá um tempo em fogo baixo, mais ou menos até a cebola dourar.
Joguei dentro da panela, 1 pacote de espinafre picado congelado, e fui mexendo até ele se desmanchar...
Aí desliguei o fogo e joguei a nata! Sim, só pensamos em coisas doces com a nata! Mas a grande verdade é que ela é neutra!
Continuei misturando..
Deixei reduzir em fogo baixo pois a água do congelamento precisava ir embora..
Depois disso, coloquei o requeijão e mexi mais, até tudo ficar bem homogêneo.
Temperei com sal rosa e por último coloquei um punhado de queijo mussarela ralado.

Feito tudo isso, por fim adicionei o macarrão de abobrinha e deixei ele cozinhar um pouco (5 minutos) naquele lindo creme verde que parecia pesto..mas não era!

Por fim, na hora de provar a grande surpresa..OMG!
Ficou absurdamente delicioso!!!
Um molho diferente de tudo que eu já havia feito, e o melhor, totalmente feito do começo ao fim com comida de verdade!

Que tal gente??



Nenhum comentário:

Postar um comentário